Do pó viemos ao pó retornaremos

Tweetbutton Tweet essa matéria! |  Sharebutton Compartilhe no Facebook! |


O mundo dehoje funciona de acordocom uma lógica que favorece cadavezmais a competitititividade e onde nãose pode parar por sequer um minuto ou seus competidores se favorecerão e a gente deixará deganhar ddddddinheiro e por estranho que possaparecer issomuitas vezes envolve o consumode substâncias ou seja aquele que consumiralgum tipo de substância que opermita ficarmais atento e pensarmais rápido automatimatimaticamente teráuma vantagem competitiva em relação aos outros ademais é inegável que a cafeína já seja utilizada pormuitos mas a cocaína ainda é um território inexplorado possivelmente pelofato de ser ilegal masque pode certamente ajudar o indivíduo que a usa a realizar todasas suas obrigações e ainda ir além.
Postoque muitas empresasjá realizam atividades ilegais emseu funcionamento interno nãovejo nenhumotivo peloqual a cocaína devaser proibida peloEstado sendoque condiz tãobem com arealidade naqual nos inserimos eque podeajudar a nossa civilização aatingir níveis de cccccrescimentoeconômico sem precedentes basta portanto retirar das cabeças das pessoas o preconceito quetêm emrelação a essadroga e fazercomque o conservadorismo deumavezportodas deixe de impedir a melhoriadas condições gerais de vidada população quehoje trabalha em umritmo lentíssimo devidoà preguiça naturaldo serhumano à vadiagem notrabalho e a umajuventude de maconheiros vagabundos quenão querem trabalhar e preferemtrocar a ação porum pensamento semobjetivoprático eque é completatatamente contraproducente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Autor:
  • http://profiles.google.com/fabio.krauss.guitar Fabio Krauss

    haha…. um ano depois da furada cultural, Flavio chama pra porrada de novo…. vc acha que os leitores vão entender seu ponto? rsrsrs

  • http://profiles.google.com/fabio.krauss.guitar Fabio Krauss

    melhor ainda… vc acha que eles vão ler a aba de “humor” ali em cima? haha

Powered by WordPress | Layout by Awesem